Quando uma porta da felicidade se fecha, outra se abre; mas muitas vezes olhamos tanto tempo para a porta fechada que não vemos aquela que foi aberto para nós


quando-uma-porta-da-felicidade-se-fecha-outra-se-abre-mas-muitas-vezes-olhamos-tanto-tempo-para-a-porta-fechada-não-vemos-aquela-foi-aberto-para
quandoumaportadafelicidadesefechaoutraabremasmuitasvezesolhamostantotempoparafechadanãovemosaquelafoiabertonósquando umauma portaporta dada felicidadefelicidade sese fechaoutra sese abremas muitasmuitas vezesvezes olhamosolhamos tantotanto tempotempo paraporta fechadafechada queque nãonão vemosvemos aquelaaquela queque foifoi abertoaberto parapara nósquando uma portauma porta daporta da felicidadeda felicidade sefelicidade se fechaoutra se abremas muitas vezesmuitas vezes olhamosvezes olhamos tantoolhamos tanto tempotanto tempo parapara a portaa porta fechadaporta fechada quefechada que nãoque não vemosnão vemos aquelavemos aquela queaquela que foique foi abertofoi aberto paraaberto para nós

Quando uma porta da felicidade se fecha, outra se abre, mas muitas vezes olhamos tanto tempo para a porta fechada que não vemos aquela que foi aberto para nósQuando uma porta se fecha, outra se abre. Mas muitas vezes nós ficamos olhando tanto tempo, tristes, para a porta fechada que nem notamos aquela que se abriu.Quando a porta da felicidade se fecha, outra se abre, mas normalmente olhamos tão intensamente para a porta fechada que não vemos a outra que se abriu para nós.Quando uma porta se fecha outra se abre; mas nós quase sempre olhamos tanto e de maneira tão arrependida para a que se fechou, que não vemos aquelas que foram abertas para nós.Quando uma porta da felicidade se fecha, outra se abre, mas costumamos ficar olhando tanto tempo para a que se fechou que não vemos a que se abriu.Quando uma porta se fecha, outra se abre, é um fato l mal aceitar. A verdade é que, por vezes, a porta aberta é apenas para essa temporada.