Qual o sentido da vida? A despeito de todo avanço científico, o ser humano ainda engatinha em suas questãµes existenciais. Cada descoberta é um passo que nos distancia cada vez mais das verdades elementares: saber quem somos e de onde viemos.


qual-o-sentido-da-vida-a-despeito-de-todo-avanço-científico-o-ser-humano-ainda-engatinha-em-suas-questãµes-existenciais-cada-descoberta-é-um
cenir zemunerqualsentidodavidadespeitodetodoavanocientíficoserhumanoaindaengatinhaemsuasquestãµesexistenciaiscadadescobertaumpassonosdistanciacadavezdasverdadeselementaressaberquemsomosondeviemosqual oo sentidosentido dada vidadespeito dede todotodo avançoavanço científicoo serser humanohumano aindaainda engatinhaengatinha emem suassuas questãµesquestãµes existenciaiscada descobertadescoberta éé umum passopasso queque nosnos distanciadistancia cadacada vezvez maismais dasdas verdadesverdades elementaressaber quemquem somossomos ee dede ondeonde viemosqual o sentidoo sentido dasentido da vidaa despeito dedespeito de todode todo avançotodo avanço científicoo ser humanoser humano aindahumano ainda engatinhaainda engatinha emengatinha em suasem suas questãµessuas questãµes existenciaiscada descoberta édescoberta é umé um passoum passo quepasso que nosque nos distancianos distancia cadadistancia cada vezcada vez maisvez mais dasmais das verdadesdas verdades elementaressaber quem somosquem somos esomos e dee de ondede onde viemos

Uma das vantagens da velhice é deixarmos de nos preocuparmos com o que pensam os outros. Começa quando percebemos que somos nós - cada um de nós - que temos a única vida que vamos ter e que somos nós - cada um de nós - que vamos morrer sozinhos, cada um de cada vez.Qual é o sentido da nossa vida em especial, e qual o sentido da vida de todos os seres em geral? Saber responder a esta pergunta equivale a ser-se religioso. Hão-de perguntar: fará sentido pôr-se esta questão? Respondo: Quem considere a sua própria vida e a dos seus semelhantes como desprovida de sentido, não é somente infeliz, como ainda incapaz de viver.É sempre assim: se forças uma descoberta interna, a mente obstrui-te logo a seguir. Tudo o que é sentido tem um momento certo, se ainda não chegou é porque ainda não é suposto chegar e de nada adianta forçar, pois ficarás cada vez mais e mais confuso.Tenho dois livros: um de prosa, outro de versos, na gaveta, onde provavelmente ficarão todo o resto da minha vida, pois a minha incapacidade perante a vida prática é cada vez maior, e a minha triste qualidade de inadaptável é cada vez mais forte.A palavra A interpretação da nossa realidade através de padrões que não são nossas, serve apenas para nos tornar cada vez mais desconhecidos, cada vez menos livres, cada vez mais solitário.