O beijo fulmina-nos como o relâmpago, o amor passa como um temporal, depois a vida, novamente, acalma-se como o céu, e tudo volta a ser como dantes. Quem se lembra de uma nuvem?


o-beijo-fulmina-nos-como-o-relâmpago-o-amor-passa-como-um-temporal-depois-a-vida-novamente-acalma-se-como-o-céu-e-tudo-volta-a-ser-como-dantes-quem
guy maupassantbeijofulminanoscomorelâmpagoamorpassaumtemporaldepoisvidanovamenteacalmasecéutudovoltaserdantesquemselembradeumanuvemo beijocomo oo relâmpagoo amorpassa comocomo umum temporalcomo oo céue tudotudo voltaser comocomo dantesquem sese lembralembra dede umauma nuvemcomo o relâmpagoo amor passaamor passa comopassa como umcomo um temporaldepois a vidacomo o céue tudo voltavolta a sera ser comoser como dantesquem se lembrase lembra delembra de umade uma nuvem

O beijo fulmina-nos como o relâmpago, o amor passa como um temporal, depois a vida, novamente, acalma-se como o céu, e tudo volta a ser como dantes. Quem se lembra de uma nuvem ?É o amor o monólogo partilhado. Depois do prazer dela era todo o mundo que fazia sentido. O orgasmo escorria como se percorre a vida. E havia o beijo final. O beijo depois do beijo. O beijo q...O amor é uma fonte inesgotável de reflexão, profunda como a eternidade, alta como o céu, vasta como o universo.Para alcançar o sucesso na vida; Seja doce como o mel, ser regular como relógio, ser fresco como rosa, ser suave como tecidos e ser forte como uma rocha.Comportamo-nos como se as pessoas de quem gostamos fossem durar para sempre. Em vida não fazemos nunca o esforço consciente de olhar para elas como quem se prepara para lembrá-las. Quando elas desapa...Sempre ser destemido. Ande como leão, falar como pombos, viver como elefantes e amor como uma criança infantil.