O arrependimento esquece quando cessa o castigo.


o-arrependimento-esquece-quando-cessa-o-castigo
condessa (gabrielle-anne de courtiras) dasharrependimentoesquecequandocessacastigoo arrependimentoarrependimento esqueceesquece quandoquando cessacessa oo castigoo arrependimento esquecearrependimento esquece quandoesquece quando cessaquando cessa ocessa o castigoo arrependimento esquece quandoarrependimento esquece quando cessaesquece quando cessa oquando cessa o castigoo arrependimento esquece quando cessaarrependimento esquece quando cessa oesquece quando cessa o castigo

O arrependimento cessa quando esquece o castigoUm dia, caiu um raio na casa do velho Galvão, matando-o e ferindo-lhe a filha. A mãe disse: «Deus castigou. Eles eram muito malvados». Além do castigo da professora, do castigo dos pais da gente, havia então um castigo maior, muito maior - o castigo de Deus?Penso: um castigo é a vida, um castigo sem falta ou pecado, um castigo sem salvação; a vida é um castigo que não se impede e que não se consente.Quando o propósito do arrependimento se ajunta com a resolução do pecado, nem é arrependimento nem é propósito, porque a resolução de pecar contradiz o propósito da emenda, e o pecado presente desfaz o arrependimento futuro.Os outros. Não lhes abras a porta. E esquece, esquece. Têm o seu mundo de intrigas, estratégias, parceirismo, glórias fúteis, veneno. Sê tu apenas. Esquece.O ódio não cessa com o ódio em tempo algum, o ódio cessa com o amor: esta é a lei eterna.