No universo tudo procede por vias indirectas. Não existem linhas rectas.


no-universo-tudo-procede-por-vias-indirectas-não-existem-linhas-rectas
ralph waldo emersonnouniversotudoprocedeporviasindirectasnãoexistemlinhasrectasno universouniverso tudotudo procedeprocede porvias indirectasnão existemexistem linhaslinhas rectasno universo tudouniverso tudo procedetudo procede porprocede por viaspor vias indirectasnão existem linhasexistem linhas rectasno universo tudo procedeuniverso tudo procede portudo procede por viasprocede por vias indirectasnão existem linhas rectasno universo tudo procede poruniverso tudo procede por viastudo procede por vias indirectas

No universo tudo procede por vias indiretas. Não existem linhas retas.Os livros, esses animais opacos por fora, essas donzelas. Os livros caem do céu, fazem grandes linhas rectas e, ao atingir o chão, explodem em silêncio. Tudo neles é absoluto, até as contradições em que tropeçam. E estão lá, aqui, a olhar-nos de todos os lados, a hipnotizar-nos por telepatia. Devemos-lhes tanto, até a loucura, até os pesadelos, até a esperanças em todas as suas formas.Não existem linhas na natureza, apenas áreas de cor, um contra o outro.Quando se procede contra partes não ouvidas, ainda que se pronuncie o que é justiça, sempre se procede sem justiça.Meu objetivo é simples. É um entendimento completo do universo, por isso que é como ele é e por que ela existe em tudo.Existem duas possibilidades ou nós estamos sozinhos no universo ou não somos ambos são igualmente aterrorizante