Não inventaram ainda uma pólvora suave, maneirosa, capaz de explodir os homens sem lhes matar. Uma pólvora que, em avessos serviços, gerasse mais vida. E do homem explodido nascessem os infinitos homens que lhes estão por dentro.


não-inventaram-ainda-uma-pólvora-suave-maneirosa-capaz-de-explodir-os-homens-sem-lhes-matar-uma-pólvora-em-avessos-serviços-gerasse-vida-e-do
mia coutonãoinventaramaindaumapólvorasuavemaneirosacapazdeexplodiroshomenssemlhesmatarumaemavessosserviosgerassevidadohomemexplodidonascesseminfinitosestãopordentronão inventaraminventaram aindaainda umauma pólvorapólvora suavecapaz dede explodirexplodir osos homenshomens semsem lheslhes mataruma pólvorapólvora queem avessosavessos serviçosgerasse maismais vidae dodo homemhomem explodidoexplodido nascessemnascessem osos infinitosinfinitos homenshomens queque lheslhes estãoestão pornão inventaram aindainventaram ainda umaainda uma pólvorauma pólvora suavecapaz de explodirde explodir osexplodir os homensos homens semhomens sem lhessem lhes mataruma pólvora queem avessos serviçosgerasse mais vidae do homemdo homem explodidohomem explodido nascessemexplodido nascessem osnascessem os infinitosos infinitos homensinfinitos homens quehomens que lhesque lhes estãolhes estão porestão por dentro

Tratar todos os homens iguais. Dê-lhes a mesma lei. Dê-lhes uma chance ainda para viver e crescer.O uso real da pólvora é fazer com que todos os homens de altura.Chamam crime matar um homem e não matar uma formiga. E, no entanto, a alma é uma só - Levantem-se, olhem o homem de cima, e ele lhes perecerá uma formiga. O que significa, então, matá-lo?Os homens sentem uma grande atracção pela esperança e pelo receio, e uma religião sem inferno nem paraíso não poderia agradar-lhes de modo algum.O homem é pólvora e a mulher centelha.Liberdade sem juízo é pólvora em mão de menino