Há outro velho poeta cujo nome não me lembro agora, que disse:


há-outro-velho-poeta-cujo-nome-não-me-lembro-agora-disse-a-verdade-é-filha-do-tempo
houtrovelhopoetacujonomenãomelembroagoradisseverdadefilhadotempohá outrooutro velhovelho poetapoeta cujocujo nomenome nãonão meme lembrolembro agoraque disseverdade éé filhafilha dodo tempohá outro velhooutro velho poetavelho poeta cujopoeta cujo nomecujo nome nãonome não menão me lembrome lembro agoraa verdade éverdade é filhaé filha dofilha do tempohá outro velho poetaoutro velho poeta cujovelho poeta cujo nomepoeta cujo nome nãocujo nome não menome não me lembronão me lembro agoraa verdade é filhaverdade é filha doé filha do tempohá outro velho poeta cujooutro velho poeta cujo nomevelho poeta cujo nome nãopoeta cujo nome não mecujo nome não me lembronome não me lembro agoraa verdade é filha doverdade é filha do tempo

A verdade é filha do tempo, não da autoridade.A verdade é filha do tempo, e não da autoridade.Não adorar qualquer outro deus, pois o Senhor, cujo nome é Zeloso, é Deus zelosoA verdade «sou eu». Quando o outro disse «o Estado sou eu», disse a mesma coisa. Só que meteu a polícia para não haver dúvidas e outros a dizê-lo também.A verdade é filha do tempo e não da autoridade, mas a dúvida é o começo da sabedoria.A verdade é filha do tempo, e eu não sinto vergonha em ser sua parteira.