Dívidas de amor só as paga o amor, o amor silencioso, o amor cuja linguagem balbuciam os anjos, o amor, que faz seu ninho nas fibras íntimas do seio, e aí morre, quando o peso de uma pedra fria lhe esmaga o santo asilo. (...) É esse amor que impele o homem; todos os cálculos da cabeça abortam, não vingam, se os não sancciona o beneplácito da força motriz, que roda os eixos desta máquina quebradiça, chamada vida.


dívidas-de-amor-só-as-paga-o-amor-o-amor-silencioso-o-amor-cuja-linguagem-balbuciam-os-anjos-o-amor-faz-seu-ninho-nas-fibras-íntimas-do-seio-e-aí
camilo ferreira botelho castelo brancodívidasdeamoraspagaamorsilenciosocujalinguagembalbuciamosanjosfazseuninhonasfibrasíntimasdoseiomorrequandopesoumapedrafrialheesmagasantoasiloesseimpelehomemtodosclculosdacabeaabortamnãovingamsesanccionabeneplcitoforamotrizrodaeixosdestamquinaquebradiachamadavidadívidas dede amorsó asas pagapaga oo amoro amoro amorcuja linguagemlinguagem balbuciambalbuciam osos anjoso amorque fazfaz seuseu ninhoninho nasnas fibrasfibras íntimasíntimas dodo seioaí morrequando oo pesopeso dede umauma pedrapedra friafria lhelhe esmagaesmaga oo santosanto asiloÉ esseesse amorque impeleimpele oo homemtodos osos cálculoscálculos dada cabeçacabeça abortamnão vingamse osos nãonão sanccionasancciona oo beneplácitobeneplácito dada forçaforça motrizque rodaroda osos eixoseixos destadesta máquinamáquina quebradiçachamada vidadívidas de amorde amor sóamor só assó as pagaas paga opaga o amoro amor silenciosoo amor cujaamor cuja linguagemcuja linguagem balbuciamlinguagem balbuciam osbalbuciam os anjosque faz seufaz seu ninhoseu ninho nasninho nas fibrasnas fibras íntimasfibras íntimas doíntimas do seioe aí morrequando o pesoo peso depeso de umade uma pedrauma pedra friapedra fria lhefria lhe esmagalhe esmaga oesmaga o santoo santo asilo() É esseÉ esse amoresse amor queamor que impeleque impele oimpele o homemtodos os cálculosos cálculos dacálculos da cabeçada cabeça abortamse os nãoos não sanccionanão sancciona osancciona o beneplácitoo beneplácito dabeneplácito da forçada força motrizque roda osroda os eixosos eixos destaeixos desta máquinadesta máquina quebradiça

Vou te contar um segredo, não é o amor que faz doer, é o medo de amar, o medo de não ser correspondida, o medo de perder esse amor, é isso o que dói. O amor te faz feliz, te faz sorrir quando ele te liga, te faz suspirar quando você lê uma mensagem dele, faz o seu coração palpitar quando vocês estão juntos, faz esses olhinhos brilharem quandoO amor é especial, amor é raro. O amor é feito 4 dois 2 Share. O amor é delicado, o amor é cego, o amor começa quando 2 corações combinam!Ama e faz o que quiseres. Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor; se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor. Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos.Todos os sentimentos podem conduzir ao amor e à paixão. Todos: o ódio, a compaixão, a indiferença, a veneração, a amizade, o medo e até mesmo o desprezo. Sim, todos os sentimentos... excepto um: a gratidão. A gratidão é uma dívida: todo o homem paga as suas dívidas... mas o amor não é dinheiro.Todos os sentimentos podem conduzir ao amor e ã paixão. Todos: o ódio, a compaixão, a indiferença, a veneração, a amizade, o medo e até mesmo o desprezo. Sim, todos os sentimentos excepto um: a gratidão. A gratidão é uma dívida: todo o homem paga as suas dívidas mas o amor não é dinheiro.O amor é o início. O amor é o meio. O amor é o fim. O amor faz-te pensar, faz-te sofrer, faz-te agarrar o tempo, faz-te esquecer o tempo. O amor obriga-te a escolher, a separar, a rejeitar. O amor ca...