Chega um momento em que o silêncio é traição.


chega-um-momento-em-o-silêncio-é-traição
martin luther king jrchegaummomentoemsilênciotraiãochega umum momentomomento emem queo silênciosilêncio éé traiçãochega um momentoum momento emmomento em queem que oque o silêncioo silêncio ésilêncio é traiçãochega um momento emum momento em quemomento em que oem que o silêncioque o silêncio éo silêncio é traiçãochega um momento em queum momento em que omomento em que o silêncioem que o silêncio éque o silêncio é traição

Eu sei criar silêncio. É assim: ligo o rádio bem alto – então de súbito desligo. E assim capto o silêncio. Silêncio estelar. O silêncio da lua muda. Pára tudo: criei o silêncio. (...) O silêncio não é o vazio, é a plenitude.O silêncio cura; silêncio acalma; confortos silêncio; silêncio purifica; silêncio nos revitaliza.A traição nunca triunfa. Qual o motivo? Porque, se triunfasse, ninguém mais ousaria chamá-la de traição.A traição nunca triunfa. Qual o motivo? / Porque, se triunfasse, ninguém mais ousaria chamá-la de traição.Cada traição contém um momento perfeito, uma moeda carimbada cara ou coroa com a salvação do outro lado.O silêncio é a minha maior tentação. As palavras, esse vício ocidental, estão gastas, envelhecidas, envilecidas. Fatigam, exasperam. E mentem, separam, ferem. Também apaziguam, é certo, mas é tão raro! Por cada palavra que chega até nós, ainda quente das entranhas do ser, quanta baba nos escorre em cima a fingir de música suprema! A plenitude do silêncio só os orientais a conhecem.