Alguma loucura no amor, mas também há sempre alguma razão na loucura


alguma-loucura-no-amor-mas-também-há-sempre-alguma-razão-na-loucura
algumaloucuranoamormastambémhsemprealgumarazãonaalguma loucuraloucura nono amormas tambémtambém háhá sempresempre algumaalguma razãorazão nana loucuraalguma loucura noloucura no amormas também hátambém há semprehá sempre algumasempre alguma razãoalguma razão narazão na loucuraalguma loucura no amormas também há sempretambém há sempre algumahá sempre alguma razãosempre alguma razão naalguma razão na loucuramas também há sempre algumatambém há sempre alguma razãohá sempre alguma razão nasempre alguma razão na loucura

Há sempre alguma loucura no amor. Mas também há sempre alguma razão na loucuraÉ verdade, nós amamos a vida, não porque estamos acostumados ã vida, mas porque estamos acostumados a amar. Há sempre alguma loucura no amor, mas há também sempre alguma razão na loucura.Há sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucuraHá sempre alguma loucura no amor. Mas há sempre um pouco de razão na loucura.O medo da loucura. Ver a loucura em todas as emoções que se esforçam sempre para a frente e que nos fazem esquecer de tudo o resto. Que é, então, a não loucura? A não loucura é ficar parado, de pé, como um mendigo à soleira da porta, ficar ao lado da entrada, apodrecer e cair.A loucura é o sonho de uma única pessoa. A razão, é sem dúvida, a loucura de todos.