A virtude não é somente o alicerce da felicidade humana, mas também o dos Estados.


a-virtude-não-é-somente-o-alicerce-da-felicidade-humana-mas-também-o-estados
gaspar melchor de jovellanosvirtudenãosomentealicercedafelicidadehumanamastambémestadosvirtude nãonão éé somentesomente oo alicercealicerce dada felicidadefelicidade humanamas tambémtambém odos estadosa virtude nãovirtude não énão é somenteé somente osomente o alicerceo alicerce daalicerce da felicidadeda felicidade humanamas também otambém o doso dos estadosa virtude não évirtude não é somentenão é somente oé somente o alicercesomente o alicerce dao alicerce da felicidadealicerce da felicidade humanamas também o dostambém o dos estadosa virtude não é somentevirtude não é somente onão é somente o alicerceé somente o alicerce dasomente o alicerce da felicidadeo alicerce da felicidade humanamas também o dos estados

Não existe pureza quando se fala da espécie humana. Não há economia actual que não se alicerce em trocas. Pois não há cultura humana que não se fundamente em profundas trocas de alma.A felicidade consiste em acções perfeitamente conformes à virtude, e entendemos por virtude não a virtude relativa, mas a virtude absoluta. Entendemos por virtude relativa a que diz respeito às coisas necessárias e por virtude absoluta a que tem por finalidade a beleza e a honestidade.A Constituição dos Estados Unidos foi criado pelo povo dos Estados Unidos que compõem os respectivos estados, os únicos que tiveram a direita.A virtude só dá felicidade e uma espécie de beatitude àqueles que têm fé na sua virtude... e não às almas mais subtis, cuja virtude consiste numa profunda desconfiança diante de si próprias e de qualquer virtude. No fim de contas, ainda neste caso, é «a fé que salva!» e não, note-se bem, a virtude.A felicidade dos povos e a tranquilidade dos Estados dependem da boa educação da juventude.O dinheiro é uma felicidade humana abstracta; por isso aquele que já não é capaz de apreciar a verdadeira felicidade humana, dedica-se completamente a ele.