A religião é o mais estranho de todos os negócios. Não tem um patrão, mas tem mediadores: o sacerdote, o bispo, o cardeal, o Papa, o Messias, toda a hierarquia, e no topo não há ninguém!


a-religião-é-o-estranho-de-todos-os-negócios-não-tem-um-patrão-mas-tem-mediadores-o-sacerdote-o-bispo-o-cardeal-o-papa-o-messias-toda-a
oshoreligiãoestranhodetodososnegóciosnãotemumpatrãomasmediadoressacerdotebispocardealpapamessiastodahierarquianotoponãohninguémreligião émais estranhoestranho dede todostodos osos negóciosnão temtem umum patrãomas temtem mediadoreso sacerdoteo bispoo cardealo papao messiase nono topotopo nãonão háhá ninguéma religião éreligião é oo mais estranhomais estranho deestranho de todosde todos ostodos os negóciosnão tem umtem um patrãomas tem mediadorestoda a hierarquiae no topono topo nãotopo não hánão há ninguém

Se o amor fosse cardeal, há muito o demo seria PapaNegócios são negócios: como eles diziam isto, os daqui chamaram-lhes comerciantes. Mas eles o que queriam dizer era que negócios são negócios, e não vida e religião.Toda a gente tem medo da intimidade — ter ou não ter consciência desse medo é outra história. A intimidade significa expor-se perante um estranho — e todos nós somos estranhos; ninguém conhece ningué...Não se deve fazer-se barato aqui - que é um ponto cardeal -, ou então está feito. Quem é o mais impertinente tem a melhor chance.Os verdadeiros assassinos no mundo dos negócios não são os únicos que apontar para o topo, é os que visam a dois níveis abaixo do topo.O que eu gosto sobre a gula,