A obra de arte cria-se com o seu contexto histórico, como uma estátua se cria com a pedra de que se faz.


a-obra-de-arte-cria-se-com-o-seu-contexto-histórico-como-uma-átua-se-cria-com-a-pedra-de-se-faz
vergílio ferreiraobradeartecriasecomseucontextohistóricocomoumaesttuasecriapedrafazobra dede artecom oo seuseu contextocontexto históricocomo umauma estátuaestátua sese criacria compedra dede queque sese faza obra deobra de artecom o seuo seu contextoseu contexto históricocomo uma estátuauma estátua seestátua se criase cria comcom a pedraa pedra depedra de quede que seque se faza obra de artecom o seu contextoo seu contexto históricocomo uma estátua seuma estátua se criaestátua se cria comcria com a pedracom a pedra dea pedra de quepedra de que sede que se fazcom o seu contexto históricocomo uma estátua se criauma estátua se cria comse cria com a pedracria com a pedra decom a pedra de quea pedra de que sepedra de que se faz

O artista não cria a obra de arte mas só os seus sinais de trânsito. Quem a cria é quem por eles passa.Há, mesmo, inveja da boa. Inveja que faz andar, que faz mexer, que faz fazer. Inveja de quem faz o bom – e é só a inveja de quem faz o bom que cria o excelente. E é só a inveja de quem cria o excelente que cria a perfeição. Sem inveja, o mundo era metade do que é.De um traço nasce a arquitetura. E quando ele é bonito e cria surpresa, ela pode atingir, sendo bem conduzida, o nível superior de uma obra de arte.Fotografia não cria a eternidade como arte faz embalsama tempo resgatando-lo simplesmente de sua corrupção adequadaUma pedra que rola não cria limo.A bondade nas palavras cria confiança. A bondade em pensamento cria profundidade. Bondade em dar cria amor