A história é uma espécie sagrada da escrita, porque a verdade é essencial para ele, e onde a verdade é que não o próprio Deus é, até onde a verdade está em causa


a-história-é-uma-espécie-sagrada-da-escrita-porque-a-verdade-é-essencial-para-ele-e-onde-a-verdade-é-não-o-próprio-deus-é-até-onde-a-verdade
miguel de cervantes saavedrahistóriaumaespéciesagradadaescritaporqueverdadeessencialparaeleondenãoprópriodeusatéestemcausahistória éé umauma espécieespécie sagradasagrada dada escritaverdade éé essencialessencial parapara elee ondeverdade éque nãonão oo própriopróprio deusdeus éaté ondeverdade estáestá emem causaa história éhistória é umaé uma espécieuma espécie sagradaespécie sagrada dasagrada da escritaporque a verdadea verdade éverdade é essencialé essencial paraessencial para eleonde a verdadea verdade éverdade é queé que nãoque não onão o próprioo próprio deuspróprio deus éonde a verdadea verdade estáverdade está emestá em causa

A verdade não requer uma maioria prevalecer, senhoras e senhores. A verdade é seu próprio poder. A verdade virá ao de cima. Nunca se esqueça disso.Jesus quer que a verdade seja preferida a Ele porque antes de ser Cristo Ele é a verdade. Se alguém se distancia dele para ir a verdade, não dará muitos passos sem cair sem seus braços.Onde estiver o teu coração, lá estará a tua verdade. A tua verdade fará teu ser vibrar e, onde tudo vibra, é lá que os sonhos acontecem.Deve-se estar atento às ideias novas que vêm dos outros. Nunca julgar que aquilo em que se acredita é efectivamente a verdade. Fujo da verdade como tudo, porque acho que quem tem a verdade num bolso tem sempre uma inquisição do outro lado pronta para atacar alguém; então livro-me de toda a espécie de poder - isso sobretudo.Onde está o homem que tem a força para ser verdade, e se mostrar como ele é?Toda a verdade convicta cria logo discípulos. Porque o que seduz na força da verdade é a verdade da sua força. Com a verdade criou-se um sistema, com a força pode criar-se um império. E o domínio importa mais do que o saber. A verdade é impessoal, o domínio não.