A gravadora determinou que eu era feio de mais para aparecer na tevê. E eu já tinha vendido mais de um milhão de discos.


a-gravadora-determinou-era-feio-de-para-aparecer-na-tevê-e-já-tinha-vendido-de-um-milhão-de-discos
amado batistagravadoradeterminouerafeiodeparaaparecernatevêjtinhavendidoummilhãodiscosgravadora determinoudeterminou queeu eraera feiofeio dede maismais parapara apareceraparecer nana tevêjá tinhatinha vendidovendido maismais dede umum milhãomilhão dede discosa gravadora determinougravadora determinou quedeterminou que euque eu eraeu era feioera feio defeio de maisde mais paramais para aparecerpara aparecer naaparecer na tevêeu já tinhajá tinha vendidotinha vendido maisvendido mais demais de umde um milhãoum milhão demilhão de discosa gravadora determinou quegravadora determinou que eudeterminou que eu eraque eu era feioeu era feio deera feio de maisfeio de mais parade mais para aparecermais para aparecer napara aparecer na tevêe eu já tinhaeu já tinha vendidojá tinha vendido maistinha vendido mais devendido mais de ummais de um milhãode um milhão deum milhão de discosa gravadora determinou que eugravadora determinou que eu eradeterminou que eu era feioque eu era feio deeu era feio de maisera feio de mais parafeio de mais para aparecerde mais para aparecer namais para aparecer na tevêe eu já tinha vendidoeu já tinha vendido maisjá tinha vendido mais detinha vendido mais de umvendido mais de um milhãomais de um milhão dede um milhão de discos

Já fui patinho feio. Na infãncia, era baixinho, gordinho e usava óculos, mas nunca sofri nenhum tipo de bullyng. Era gordinho, mas também era esperto, e o meu irmão mais velho era bem popularEu era muito patinho feio, tinha um franjão, cabelo grande e usava aparelho com arco externo nos dentes. Era horrível. De tão dentuça, eu não conseguia fechar a boca.Quando tinha cerca de quinze anos, li «Crime e Castigo». Creio que tive então, pela primeira vez, a sensação do que era um romance ou do que podia chegar a ser, e nunca tive dúvidas de que essa foi a experiência que me determinou a ser o que sou.Eu fui para o ensino médio, o que foi bom porque eu não tinha interagido com muitas pessoas da minha idade, e eu não tinha amigos. Eu tinha um milhão de conhecidos, mas nenhum amigo.Eu tinha a ambição não só de ir mais longe do que qualquer homem que nunca tinha sido antes, mas, tanto quanto era possível para um homem ir.Um homem deve ser mais alto, mais velho, mais pesado, mais feio e mais rouca do que sua esposa