A força dos tiranos está toda na paciência dos povos


a-for-tiranos-á-toda-na-paciência-povos
foratiranosesttodanapaciênciapovosforça dosdos tiranostiranos estáestá todatoda nana paciênciapaciência dosdos povosa força dosforça dos tiranosdos tiranos estátiranos está todaestá toda natoda na paciênciana paciência dospaciência dos povosa força dos tiranosforça dos tiranos estádos tiranos está todatiranos está toda naestá toda na paciênciatoda na paciência dosna paciência dos povosa força dos tiranos estáforça dos tiranos está todados tiranos está toda natiranos está toda na paciênciaestá toda na paciência dostoda na paciência dos povos

A paciência dos povos é a manjedoura dos tiranos -E. Marchi
a-paciência-povos-é-a-manjedoura-tiranos
Toda a poesia - e a canção é uma poesia ajudada - reflete o que a alma não tem. Por isso a canção dos povos tristes é alegre e a canção dos povos alegres é triste. -Fernando Pessoa
toda-a-poesia-e-a-canção-é-uma-poesia-ajudada-reflete-o-a-alma-não-tem-por-isso-a-canção-povos-tristes-é-alegre-e-a-canção-povos
Toda a poesia - e a canção é uma poesia ajudada - reflecte o que a alma não tem. Por isso a canção dos povos tristes é alegre e a canção dos povos alegres é triste. -Fernando Pessoa
toda-a-poesia-e-a-canção-é-uma-poesia-ajudada-reflecte-o-a-alma-não-tem-por-isso-a-canção-povos-tristes-é-alegre-e-a-canção-povos
A história, o maior número de vezes, é a oração fúnebre dos povos mortos e a sátira ou o panegírico dos povos vivos. -(Visconde) Louis de Bonald
a-história-o-maior-número-de-vezes-é-a-oração-fúnebre-povos-mortos-e-a-sátira-o-panegírico-povos-vivos
A força dos povos bárbaros reside na sua juventude. -Victor Hugo
a-for-povos-bárbaros-reside-na-sua-juventude