Citações José Luís Peixoto

Citações José Luís Peixoto: Como eu, esperavam; não a morte, que nós, seres incautos, fechamos-lhe sempre os olhos na esperança pálida de que, se não a virmos, ela não nos verá. -José Luís Peixoto


como-esperavam-não-a-morte-nós-seres-incautos-fechamos-lhe-sempre-os-olhos-na-esperan-pálida-de-se-não-a-virmos-ela-não-nos-verá
Citações José Luís Peixoto: A minha mãe é uma espécie de sol, ou de morte, é o horizonte, esse é o tamanho da sua realidade. (...) A minha mãe existe em tudo, é infinita. -José Luís Peixoto


a-minha-mãe-é-uma-espécie-de-sol-de-morte-é-o-horizonte-esse-é-o-tamanho-da-sua-realidade-a-minha-mãe-existe-em-tudo-é-infinita
Citações José Luís Peixoto: Assistirmos ao sofrimento do nosso filho é estarmos em carne viva por dentro, é não termos pele, é um incêndio a arder no mundo inteiro, mesmo no mundo inteiro. E cada som do nosso filho a sofrer é silêncio em brasa, é a cabeça cheia de silêncio em brasa, o peito cheio, incandescente, o mundo inteiro em brasa. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Fomos crianças e, depois, transformámo-nos em nós. Com essa experiência, quando olhamos para elas, acreditamos que também elas se transformarão em nós. Vê-las, sabendo isso e sabendo que elas ignoram essa certeza, faz com que sejamos portadores de um segredo que preferíamos não conhecer, que nos afasta das crianças quando tudo o que queríamos era ser crianças, voltar a merecer um pouco dessa pureza, desse descanso. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Tu és aquilo que eu sei sobre a ternura. Tu és tudo aquilo que eu sei. Mesmo quando não estavas lá, mesmo quando eu não estava lá, aprendíamos o suficiente para o instante em que nos encontrámos. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Uma casa cheia de livros era como uma cabeça confundida com memórias e atravessada por fantasias, impressões e conclusões baseadas nessa mistura. -José Luís Peixoto


uma-casa-cheia-de-livros-era-como-uma-cabe-confundida-com-memórias-e-atravessada-por-fantasias-impressões-e-conclusões-baseadas-nessa-mistura
Citações José Luís Peixoto: Os meus olhos são testemunhas da manhã através da sua cor. É tão importante que cada pessoa saiba o nome da cor dos seus próprios olhos. Não é preciso enredar-se em definições, nomes inventados por decoradores ou por fabricantes de tintas, basta um bom espelho, limpo. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Estar de bem com a matemática é estar de bem com a vida. Respirar x vezes por hora é fundamental. Existe paz no rosto esculpido de Pitágoras. E a paz não se troca por nada porque inclui tudo o que é necessário. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Alguém que sabe muito e que já viveu muito contava-me há pouco tempo que a maioria das coisas que nos acontecem não são escolha nossa. É preciso uma vida inteira, mais de sessenta anos pelo menos, para se fazer esta afirmação com propriedade. Pedindo emprestada a experiência da voz na qual escutei esta frase, acrescento que, se essa falta de escolha existe, então tem de estar presente nos momentos aparentemente pequenos, uma vez que são eles que, sucessivos e constantes, formam aquilo a que, no cume da montanha, chamamos «a vida». -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: O meu trabalho integra-se na literatura portuguesa contemporânea, tenho consciência dela. Mas acho que quem escreve tem de manter distanciamento desse meio, envolver-se é criar uma teia de relações que não ajuda a algo fundamental: a independência e isenção. O grande compromisso tem que ser com a literatura. Não com o meio literário. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Há tantos mundos quantas as maneiras de o olhar e, por consequência, de o entender. Isto é muito evidente quando regresso ao meu quarto de infância e adolescência, aquele onde, com catorze anos, me deitava a pensar, a imaginar. Hoje, se me deito nessa cama, não tenho o mesmo tempo. Se me aproximo da janela e olho a paisagem, aquilo que vejo mudou, mudei eu. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: A outra pessoa não é apenas uma imagem. É um silêncio morno, monstro, a explodir significados que não somos capazes de entender, mas que distinguimos até ao centro do nevoeiro mais sólido e que, se for preciso, defendemos até a nossa pele se gastar, até gastarmos a pele e, claro, morrermos. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Lembrar-me ainda e saber que vou esquecer. Essa é a justificação que dou a mim próprio para escrever estas palavras. Um dia, irei precisar delas para voltar a lembrar-me. -José Luís Peixoto


lembrar-me-ainda-e-saber-vou-esquecer-essa-é-a-justificação-dou-a-mim-próprio-para-escrever-estas-palavras-um-dia-irei-precisar-delas-para
Citações José Luís Peixoto: Segurar a pequena mão dele, sentir os seus dedos pequenos a agarrarem a minha mão é uma justificação óbvia para tudo, para a vida. Vale a pena nascer, crescer, vale a pena a adolescência inteira, todos os sacrifícios, vale a pena a responsabilidade, vale a pena sair pelo desconhecido e estar preparado para o impossível, vale a pena ler obras completas, passar dias fechado apenas a ler, vale a pena comer sopa, aprender a fazer sopa, vale a pena lavar loiça para ter a oportunidade de segurar-lhe a mão. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: De vez em quando, certas conversas dirigem-se para um ponto em que se fala das primeiras recordações. Para que uma conversa toque esse ponto é preciso que exista uma certa intimidade e que haja tempo suficiente para se chegar a um assunto tão importante para cada um de nós e tão desinteressante para todos os outros. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Mãe, choves o significado do teu nome sobre a terra, choves amor. -José Luís Peixoto


mãe-choves-o-significado-do-teu-nome-sobre-a-terra-choves-amor
Citações José Luís Peixoto: Há muitas formas de estar morto.Perder o cheiro, perder o nome, perder a própria vida, mesmo que ainda ocupando um corpo ou uma sombra. Perder o cheiro, perder o nome, perder a própria vida, mesmo que ainda suportando o tempo e o peso do olhar. -José Luís Peixoto


Citações José Luís Peixoto: Momentos que o fim torna ridículos. Momentos que fazem viver, esperando por um dia, depois de todas as desilusões, depois de todos os arrependimentos e fracassos, em que se possam viver de novo, para de novo chegar o fim e de novo a esperança e de novo o fim. -José Luís Peixoto